Edifício da Direção Regional de Educação do Alentejo – Évora

CATEGORIA

Concluídos

DATA

15 de Dezembro de 2015

CLIENTE

Direção Regional de Educação do Alentejo

PARTILHAR

Sobre

Para a concepção arquitectónica deste edifício, foi necessário compreender a ideia básica do seu funcionamento, o seu destinatário, essencialmente a sua identidade.

Como o próprio nome indica trata-se de uma Direcção Regional de Educação, localizada em Évora.
A área de terreno destinada à sua implantação, fica numa zona onde existe um plano de enquadramento, onde estão definidas vias e quarteirões, frentes de construção e se percebem intenções de hierarquias dos espaços.

O lugar vertente é de facto uma localização de carácter primário, em que se percebe uma volumetria que estipula uma entrada principal virada para um Largo.
O terreno tem uma suave pendente e descai sensivelmente 2,70 m proporcionando a existência duma cave para o estacionamento coberto particular.
É uma área superior a 1000 m2 para parqueamento o que constitui desde logo um elemento condicionador e gerador de uma malha estrutural adequada.

A volumetria sugerida no plano, bem como as exigências do programa geram “condicionantes” numa articulação horizontal e vertical cuidada cuja síntese se aproxima de um H.
Os vários sectores explanam-se por “alas”.
O tipo de leitura do espaço passa por uma compreensão e identificação do espaço que se percorre, através de perspectiva e enfiamentos em que um pátio se assume como elemento congregador principal, bem como o átrio de entrada.

O auditório e sala de exposições, com duplo pé-direito são o elemento central charneira entre estes dois espaços referidos. É também aqui que o edifício se assume com três pisos.
No topo desenvolve-se, como o programa propõe, a Direcção e os Serviços de Formação.